SECRETARIA DE SAÚDE REALIZA AÇÃO DE SAÚDE BUCAL NAS ESCOLAS

 

Na última segunda-feira, 14, a Equipe de saúde bucal de Piumhi, por meio da Secretaria de Saúde, iniciou um cronograma de atividades relacionadas a prevenção em saúde bucal nas escolas e creches do município. 

Essas atividades fazem parte de um programa anual planejado para ser desenvolvido e coordenado pela saúde bucal durante todo o ano de 2018. No ano passado foram desenvolvidos pelos cirurgiões-dentistas quatro projetos relacionados a prevenção e educação para crianças, jovens, adultos e idosos.

Os projetos desenvolvidos foram de “escovação supervisionada”, que engloba todos os alunos de toda a rede municipal, PSFs,  onde são realizados trabalhos de instrução, escovação e distribuição de kits de escova de dente, pasta de dente e fio dental, folhetos informativos e educativos.

Essa proposta tem como objetivo levar informação e acesso a saúde bucal e neste ano foram desenvolvidas duas ações na APAE e CAPS AD, ação no Rotary Day e no dia do trabalhador.
 
Já o “Endodontia sem trauma” é desenvolvido pela equipe de endodontia do CEO, visando informar e prevenir sobre  problemas relacionados ao trauma dental, que, por falta de informação leva crianças e adolescentes a perderem precocemente dentes anteriores.
 
Este projeto visa prevenir os acidentes, que podem acontecer na escola, durante a pratica de esportes e no lazer. Ensina o que fazer no caso de acidentes que envolvem a boca e dentes, e visa também salvar dentes que sofreram traumas e que podem vir a desenvolver algum tipo de problema. 
 
É uma ação que vai englobar todos os escolares da rede municipal e privada, e também outras entidades. Em quatro meses, foi possível diagnosticar e salvar 7 dentes anteriores.
 
A “Busca ativa de lesões cancerizáveis” é uma atividade desenvolvida pela equipe de cirurgia e periodontia do CEO, que visa informar e prevenir doenças como o câncer de boca. Este projeto engloba os PSFs, entidades e grupos específicos como tabagistas. Com este trabalho, pretende-se diagnosticar precocemente doenças que possam evoluir para o céu de boca e também lesões em estagio inicial já estabelecidas. Em três meses, já tivemos 2 casos diagnosticados.
 
Quanto a prótese sem hiperplasia, a mesma é desenvolvida pela equipe de prótese do CEO e visa informar e prevenir sobre doenças causadas pelo uso de próteses dentais, bem como visar instruir cuidadores de idosos sobre a higiene das mesmas e da boca do idoso.
 
Engloba os asilos da cidade, bem como a população de acamados e portadora de próteses dentarias dos PSFs. Em casos necessários, as profissionais confeccionam novas próteses para os pacientes. Já foram desenvolvidas atividades no CAPS AD, APAE, Residencial Geriátrico Sinai e também ao São Vicente.
 
As atividades desse projeto são cíclicas, devendo atingir todas as partes do município no decorrer do ano e sempre são registradas. As atividades nas escolas, seguem junto ao Programa Saúde na Escola e deverão ser repetidas a cada 3 a 4 meses. 
 
A cada etapa desenvolvida, os resultados são alcançados e novas metas são colocadas, sempre no sentido de melhorar a saúde bucal do município e a cada problema encontrado, a equipe passa a trabalhar no sentido de encaminhar para o tratamento,  curar e restabelecer o individuo.
 
 
Aumentar Fonte
Contraste