REUNIÃO ESTABELECE MÉTODOS PARA DISTRIBUIÇÃO DE FICHAS ODONTOLÓGICAS NOS PSFS

 

Na última semana, foi realizada na Secretaria Municipal de Saúde uma reunião do Conselho Municipal de Saúde, com a participação de cerca de 20 conselheiros.

Dentre as pautas de discussão estava o comércio ilegal de fichas odontológicas, assunto que vem sendo bastante abordado pelos veículos de comunicação. Na reunião, foi decidido que os atendimentos voltarão a ser realizados por agendamento.

A Secretária de Saúde, Aline Barbosa, explicou que dos conselheiros presentes, dezenove votaram a favor, uma abstenção e um contra para que o atendimento volte a ser feito mediante prontuário em todos os PSFs.

Ela disse ainda que vai funcionar da seguinte forma> cada unidade de PSF deve ter de 20 a 25 vagas mensais, as quais devem ser divididas por micro-área da unidade de forma igualitária. No caso de falta ou desistência do paciente agendado sem justificativa, o mesmo voltará para o final da fila, de modo a não atrapalhar o bom andamento dos atendimentos odontológicos.

Aline afirmou que o formulário de agendamento será em formato único para todas as unidades, numerados, datados, assinados e protocolados pelo próprio usuário ou responsável por ele.

“Essa semana vamos trabalhar na produção dos formulários e no treinamento das unidades para o preenchimento correto dos mesmos, e a partir da próxima segunda-feira terá início os agendamentos nas unidades”, explicou.

Na atualidade o município conta com 10 unidades de PSFs e os atendimentos de urgência odontológicos serão realizados em cada PSF na medida do possível. Ao finalizar a reforma do Centro de Emergência, o serviço deve voltar a ser feito por lá.

Aumentar Fonte
Contraste