PREFEITURA DE PIUMHI DOA CEM MUDAS DE GRAVIOLA PARA O GRUPO “MULHERES DE PEITO”

Na tarde de ontem, 26, a Prefeitura Municipal de Piumhi, através do Departamento de Meio Ambiente, fez a doação de cem mudas de graviola para o grupo “Mulheres de Peito”. A graviola está sendo estudada cientificamente por possuir componentes que auxiliam na prevenção ao câncer.

Segundo a fundadora do grupo Maria Zilma, essas mudas serão utilizadas em um projeto, intitulado “Cultive Saúde”, o qual deverá encaminhar para cada paciente oncológico uma muda de graviola para fazer o plantio.

Ela explicou que a pessoa que não tiver um espaço em casa, o grupo intitula um padrinho para que a muda seja plantada, sendo que o Mulheres de peito deve acompanhar todas as pessoas que receberam as mudas no desenvolvimento das mesmas.

Maria Zilma frisou que o “Mulheres de Peito” faz parte da Associação De Amparo aos Portadores de Câncer de Piumhi e região (AMPARO), a qual está auxiliando no projeto, apresentando biólogos para estudarem a composição da graviola e os benefícios da mesma.

Na oportunidade o grupo propôs ao responsável pelo Departamento de Meio Ambiente do município, Martiniano Fagundes, para que fossem plantadas as mudas de graviola em locais públicos, como na Praça do Parquinho, o que ficou afirmado de ser estudado a viabilidade da proposta.

O grupo “Mulheres de Peito” foi formado em janeiro de 2016 e já conta com mais de 50 pessoas. “São pacientes com câncer de mama em diversos estágios da doença. Esse grupo busca o fortalecimento pessoal, dividindo experiências e contando com o apoio umas das outras. Após um tempo, formamos outro grupo com pessoas que abraçaram a causa e nos ajudam em diversas frentes”, explica Maria Zilma que mostra pretende passar a atender também grupos com portadores de câncer que não seja de mama.

“Essa foi uma forma singela que fizemos para contribuir para as mulheres guerreiras que estão em tratamento, em nossa cidade. Temos orgulho de poder ajudar, mesmo com tão pouco, mas sabendo que poderemos ajudar tantas pessoas. Buscaremos sempre formas de participar com algum tipo auxilio no tratamento dessas mulheres, pois elas merecem” comentou Deco.