PREFEITURA REALIZA AÇÕES PARA COMEMORAR O “DIA DO CAMPO LIMPO”

 

Na última quarta–feira (23/08), foram  realizadas em Piumhi diversas ações para comemorar o “Dia Nacional do Campo Limpo”, celebrado no dia 18 de Agosto. A data foi instituída com a finalidade de conscientização da população acerca da destinação correta das embalagens de agrotóxicos e seus riscos para a saúde, caso descartado de maneira indevida.

A Prefeitura contou com o apoio do Instituto Nacional de Processamentos de Embalagens Vazias (INPEV) e da Polícia Militar de Meio Ambiente,para a realização de uma visita ao local de descarte de embalagens vazias com alunos da Escola Estadual José Vicente e para uma Blitz Educativa.

Durante a visita, os estudantes puderam aprender a forma como é feito o descarte correto de embalagens de produtos tóxicos utilizados em lavouras.

Sobre a relevância dessa visita, o responsável pelo Departamento de Meio Ambiente, Martiniano Fagundes, pontou que“As crianças de hoje são os adultos de amanhã, e tendo essa conscientização desde os anos iniciais, quando forem mais velhos terão a consciência do quão importante é o meio ambiente para nossas vidas. Além disso, também sabemos que existe a troca de aprendizado entre pais e filhos e assim eles poderão ensinar aos seus pais, principalmente aos produtores rurais, a forma correta e para onde levar as embalagens vazias de agrotóxicos”.

A blitz educativa foi realizada na MG 341, próximo ao aeroporto, onde policiais e especialistas no assunto puderam realizar um trabalho de orientação aos moradores da zona rural. A Secretária de Agropecuária, Abastecimento e Meio Ambiente, Helenice Miranda explicou a proposta da blitz e o objetivo da mesma.

“Existe uma grande preocupação sobre o descarte incorreto dessas embalagens de agrotóxicos, pois as mesmas causam grande dano não só ao meio ambiente, poluindo o solo e até mananciais de água, mas também para a saúde do próprio produtor rural. Tendo em vista que esses produtos são cancerígenos e não devem ser manuseados de forma incorreta. Estamos com esse trabalho de conscientização porque durante as nossas visitas à fazendas acabamos nos deparando com situações preocupantes, como por exemplo pessoas utilizando essas embalagens para o plantio até mesmo de cebolinha para consumo”.

Helenice ainda explanou que a administração atual têm-se preocupado muito com essa questão ambiental.

“Nós precisamos cada vez mais ter essa mentalidade de que o meio ambiente é nossa principal fonte de vida e precisamos protege-lo. Estamos sempre buscando melhorias e qualidade para os moradores e uma das formas de fazer isso acontecer é através de medidas que protejam esse que é o nosso bem maior”, comentou Helenice.

Os defensivos agrícolas são prejudiciais não só para a natureza poluindo terra, água e ar, bem como para os seres humanos causando intoxicação que podem acarretar danos irreversíveis como paralisias e neoplasias.

Existem no país mais de 400 unidades de recebimento de embalagens vazias. As unidades são geridas por associações e cooperativas, e, na maioria dos casos, com o apoio do inpEV. Conforme o porte ou o tipo de serviço efetuado, elas podem ser classificadas como postos ou centrais, devendo estar ambientalmente licenciadas para o recebimento das embalagens.

O posto de Piumhi é hoje o maior em recolhimento e destinação destas embalagens em Minas Gerais, o Brasil é referência mundial nesse quesito. O posto fica localizado entre Piumhi e Pimenta no quilometro 09, na entrada de Rochedo, anexo ao aterro sanitário. Funciona de terça à sexta-feira de 08 às 16hrs. O produtor deve levar as embalagens tríplices lavadas e já furadas, onde então os profissionais poderão encaminhar para o descarte correto.

Aumentar Fonte
Contraste