PREFEITO VAI À ASSEMBLEIA COBRAR REPASSE DO ESTADO

 

Na tarde desta quinta-feira, 22, o prefeito Adeberto José de Melo (Deco), participou de uma audiência pública, realizada pela Comissão de Agropecuária e Agroindústria da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

A audiência teve como objetivo debater o atraso nos repasses do Estado aos municípios e seu impacto na manutenção dos serviços públicos para a população rural.

O autor do requerimento foi o presidente da comissão, deputado Antonio Carlos Arantes (PSDB), no intuito de cobrar providências do Judiciário e do Ministério Público.

De acordo com o deputado, a questão já vem sendo discutida na Assembleia desde 2017. Em maio do ano passado, um relatório divulgado pelo Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems-MG) foi repassado aos deputados, indicando que a dívida do Estado com os municípios, já naquela época, apenas na área da saúde, ultrapassava R$ 1,5 bilhão.

Com isso, os prefeitos de todas cidades mineiras afetadas por esse atraso no repasse foram convocados para mostrar a importância de regularizar a situação, tendo em vista que a manutenção dos municípios depende destes valores que estão em atraso.

Na oportunidade, Deco usou a palavra e contou um pouco da realidade de Piumhi e o quanto a cidade precisa do apoio do estado.

“Nós assumimos uma prefeitura cheia de problemas e estamos conseguindo colocar a casa em ordem. No entanto, somos cobrados diariamente para que iniciemos grandes obras, grandes feitos e uma melhoria significativa em áreas como saúde, educação e obras. Mas como podemos assumir este compromisso sendo que nem com o valor que é de responsabilidade do estado nós estamos recebendo? É uma busca sem fim por ajuda, por recursos e por nosso esforço. Por isso estamos aqui hoje, mais uma vez pedindo a colaboração do estado para que nos ajude a manter nossas cidades”, ressaltou Deco em sua fala.

Aumentar Fonte
Contraste