INSCRIÇÕES PARA O PROJETO MINHA CASA, MINHA VIDA SE INICIA EM PIUMHI

Na manhã de hoje, 18, a Prefeitura Municipal de Piumhi começou a realizar o cadastramento para os interessados em participar do Programa Minha Casa, Minha Vida. Serão construídas 178 casas enquadradas no programa. O projeto é uma parceria da Prefeitura Municipal com a Companhia de Habitação do Estado de Minas (COHAB Minas) e a Caixa Econômica Federal e parceiros, o qual o banco entra com o financiamento diferenciado e a prefeitura com a doação dos lotes.

Estiveram presentes na abertura oficial do cadastramento o prefeito de Piumhi Adeberto José de Melo, o Deco, o vice-prefeito Éder Mota Barbosa, além dos secretários, vereadores e funcionários municipais.

Cada unidade habitacional será construída com dois quartos, sala, cozinha e banheiro, com 46m², aproximadamente. O início das obras acontecerá após análise e aprovação pela Caixa de toda documentação necessária.

O executivo, após realizar as inscrições, enviará os cadastros para Cohab MG que analisando os requisitos mínimos e documentações, enviará os dados para a Caixa que selecionará os contemplados.

As inscrições serão realizadas entre os dias 18 e 29 de abril, no horário de 07 as 13h e de 14 as 20h, na Secretaria de Assistência Social, à Rua Tabelião Ovídio Arantes, 220 e o benefício deve ser para famílias que tenham renda entre R$1.350,00 a R$1.950,00.

Na oportunidade, Deco afirmou que está muito feliz pelo fato de o município ter sido agraciado com esse projeto e disse que até o final de 2017 as casas devem estar sendo entregues.

Ele pontuou que está programado que no ano de 2018 sejam construídas mais 200 casas populares para população de baixa renda, e espera que em seu mandato seja suprido pelo menos, 50% do déficit habitacional no município.

“Com pouco mais de três meses como prefeito eleito tenho buscado a concretização de todos os compromissos do nosso Plano de Governo e aos poucos estamos conseguindo, exemplo disso,é o fato de o município estar entre os sete contemplados do estado de Minas Gerais, tão rapidamente com programa habitacional”, finalizou.

Importante ressaltar que para fazer a inscrição, a pessoa não deve ser proprietária de imóvel residencial; não ter sido contemplada por nenhum programa habitacional e não ter financiamento no Sistema Financeiro de Habitação em qualquer localidade do território nacional; não possuir restrição cadastral no Serasa, SPC, Banco Central e Receita Federal; ser morador do município por no mínimo 8 anos; ser maior de 18 anos e ter capacidade de pagamento de acordo com as normas da Caixa.

No ato do cadastramento, os cidadãos devem portar original e cópia do CPF; original e cópia da Carteira de Identidade; original e cópia da Certidão de Estado Civil; original e cópia simples de comprovante de rendimentos; original e cópia de comprovante de residência;. Original e cópia de recibos de aluguel; original e cópia do documento ou certidão de nascimento dos filhos menores residentes com o candidato; declaração negativa /positiva de propriedade de imóvel; declaração de próprio punho do candidato que não possui nenhum imóvel; declaração de próprio punho do candidato informando sua situação atual de moradia; declaração de próprio punho do candidato informando há quanto tempo reside no município.

Quem já se cadastrou em qualquer outro programa de habitação em âmbito federal, estadual ou municipal e não foi contemplado deverá fazer um novo cadastro atualizado.

Aumentar Fonte
Contraste