CONSTRUÇÃO DE CASAS DO PROGRAMA “MINHA CASA, MINHA VIDA” DEVE COMEÇAR EM DEZEMBRO

 

Cumprindo com o compromisso de construção das casas populares, a Prefeitura de Piumhi, já entregou toda a documentação de liberação dos lotes das primeiras 45 casas que serão construídas pelo programa Minha Casa, Minha Vida, em parceria com a Companhia de Habitação do Estado de Minas (COHAB Minas), a Caixa Econômica Federal e parceiros. Nesse plano o banco entra com o financiamento diferenciado e a prefeitura com a doação dos lotes.

Segundo o Secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Edson Pereira da Silva, o atraso para que a construção fosse liberada se deu pois a COHAB solicitou que fosse feita uma mudança na lei de doação dos lotes e na época a Câmara Municipal que deve aprovar a mudança estava de recesso, no entanto a situação já foi resolvida e agora da Caixa  está selecionando os beneficiarios para fazer entrevista e apresentar a documentação necessária.

Edson disse que as primeiras 45 casas vão ser construídas no Residencial Vicente Paula Faria, no bairro Nova Esperança, e a previsão é a de que a Caixa consiga selecionar todos os sorteados até o início de dezembro para o início da construção das residências.

Abordado sobre as outras 133 casas, Edson explicou que a previsão é de que até o início de fevereiro do próximo ano as demais casas já estejam começando a ser construídas.

“Esse foi um trabalho feito com muita responsabilidade e carinho para população de Piumhi. surgiram alguns contratempos inesperados, mas tudo está resolvido e fluindo da melhor maneira possível”, enfatizou Edson.

Cada unidade habitacional será construída com dois quartos, sala, cozinha e banheiro, com 46m², aproximadamente. O executivo, após realizar as inscrições, enviou os cadastros para Cohab MG, que analisou os requisitos mínimos e documentações, enviou os dados para a Caixa está selecionando os contemplados.

O benefício é para famílias que tenham renda entre R$1.350,00 a R$1.950,00.

O Prefeito Adeberto José de Melo (Deco) ressaltou que conseguir este benefício já no primeiro ano de mandato não foi tarefa fácil, mas foi com muito esforço e auxilio dos parceiros, que a população será beneficiada com as casas.

 

Aumentar Fonte
Contraste