ÁREA DO ANTIGO LIXÃO SERÁ RECUPERADA APÓS INCÊNDIO  

Nesta semana, o prefeito de Piumhi, Adeberto José de Melo (Deco), esteve reunido integrantes do Núcleo de Emergência Ambiental (NEA) que estiveram no município, no mês passado, para analisarem a situação do incêndio no antigo lixão, o responsável pelo Departamento de Meio Ambiente, Martiniano Fagundes, e equipe para apresentarem o laudo feito por eles acerca da área afetada.

Martiniano disse que há quinze dias não existem mais focos de incêndio no local e que o setor de meio ambiente da prefeitura continua o monitoramento do local, sendo que nas próximas semanas irão entrar em contato com a Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM) para saber o posicionamento sobre o ocorrido e quais as ações indicadas para serem realizadas no local.

O integrante do NEA, Ronildo da Silva Valente, disse que os focos foram bem controlados e a prefeitura auxiliou em tudo o que foi solicitado, explicando que deve ser feito um estudo com a FEAM para descobrirem a melhor maneira de retirar o entulho do local, que se trata de uma área de preservação permanente e não pode continuar da forma em que se encontra.

Ainda no final de outubro, quando o incêndio teve início, os integrantes do NEA  estiveram no município para analisarem a situação do incêndio, a pedido da prefeitura, e explicaram no momento que como não é de conhecimento o que está enterrado no terreno, está sendo necessário o auxílio do Corpo de Bombeiros para orientar o que deve ser feito para controlar as chamas e assim conseguir acabar com o fogo.

Ronildo disse que a prefeitura atendeu prontamente a todas as orientações dadas pelos bombeiros para acabar com os focos, disponibilizando os materiais e o pessoal necessário para o serviço.

Na oportunidade, Martiniano afirmou que vários setores do executivo se uniram para trabalhar no caso, uma vez que o problema era de grande dimensão, todos optaram por orientação do Corpo de Bombeiros a trabalhar com caminhões de terra e tratores de esteira, aterrando o local.

Martiniano disse ainda que a prefeitura irá fazer ações de recuperação do local, mas que a metodologia está sendo estudada, uma vez que é necessário saber a dimensão da área afetada para assim estudar o que deve ser feito e priorizado.

O prefeito ressaltou que todo trabalho tem sido feito de forma minuciosa, com o cuidado e atenção que o caso merece, tendo em vista que resolver o problema de forma definitiva é o interesse da administração. 

Aumentar Fonte
Contraste