ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR HORTA COMPLETA 43 ANOS

Em um evento que aconteceu na noite de terça-feira, 22, a Escola Estadual Professor Francisco de Paula Rebelo Horta comemorou 43 anos de existência. A comemoração aconteceu na quadra coberta e toda comunidade foi convidada a participar desse momento de celebração e alegria.

O chefe do executivo Adeberto José de Melo, o Deco, esteve presente na solenidade e na oportunidade parabenizou a escola e os colaboradores pela data e pelo empenho de todos para o funcionamento do local.

Ele frizou que “é gratificante ver o quanto a escola cresceu e como ela é importante para a formação dos alunos, oferecendo ensino de qualidade como prioridade, de maneira que ali já se formaram grandes homens e mulheres, os quais, hoje, se destacam no mercado educacional e de trabalho”, disse.

Desde o ano 2000, o Horta é comandado pelo professor de educação física Antônio Alves de Oliveira, homem de grande valor por sua dedicação e conhecimento das leis educacionais.
Como diretor, demonstrou-se também um bom administrador conseguindo manter uma boa interação entre alunos, professores, funcionários e pais. Depois de muito empenho, conseguiu promover a cobertura da quadra de esportes.

Para o funcionamento da escola, ficou acordado que o Estado de Minas Gerais se responsabilizaria pelo pagamento dos salários dos funcionários, enquanto que os equipamentos de materiais didáticos e a instalação dos laboratórios seriam incumbência da Prefeitura Municipal de Piumhi. As aulas se iniciaram no princípio de ano de 1974, contando a nova escola com turmas de 5ª, 6ª e extensão da 7ª, e com o passar dos anos, a grade foi crescendo e expandindo para as outras séries.

De 1978 a 1994, a escola funcionou nos três turnos nas séries finais do Ensino Fundamental. No ano de 1995, a escola ganhou dois presentes: autorização dos órgãos competentes do estado para o funcionamento do 1º. Ano do Ensino Médio e a criação do Curso Técnico em Enfermagem, que funcionou até 1997, quando foi extinto.

Na ocasião da inauguração da escola, esta contava com salas equipadas para: Educação para o Lar, Práticas Comerciais, Técnicas Agrícolas e Artes Industriais. Foram essas características que propiciaram a Escola Horta ser chamada de GOT [Ginásio Orientado para o Trabalho]. Nesses primórdios, foi dirigida pelo professor de Matemática Theodorico Vieira de Souza, cuja grande marca foi a constante luta com a qual se embrenhou para a manutenção do turno noturno.