DIA NACIONAL DE COMBATE AO ABUSO E Á EXPLORAÇÃO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES É LEMBRADO EM PIUMHI

Na manhã de ontem, 17, cerca de quatrocentas pessoas se reuniram a praça Dr. Avelino de Queiroz para realizarem uma manifestação em decorrência do Dia Nacional do Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, lembrado no dia 18 de maio.

O evento foi realizado pela Prefeitura Municipal de Piumhi, através da equipe técnica do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), e contou com o apoio do Conselho Tutelar, CRAS e Polícia Militar de Piumhi.

Durante a manifestação alunos e professores da rede municipal e estadual de ensino estiveram e presentes promovendo um “apitaço”, para chamar a atenção de toda a população no trajeto percorrido para essa luta que é de toda a sociedade.

Também estiveram presentes na mobilização profissionais e participantes e do CRIATI, do Centro de Acolhimento Vó Ana, conselheiros tutelares, profissionais do CRAS e CREAS; e durante a passeata realizou-se panfletagem para orientar a população.

O dia 18 de maio se tornou uma data histórica e marca o Dia Nacional do Combate ao Abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes em decorrência de um crime bárbaro ocorrido em 1973, onde a criança de oito anos, Araceli Cabrera Crespo, foi sequestrada, drogada, brutalmente violentada, assassinada e teve o corpo desfigurado por ácido e jogado em um matagal, em Vitória, no Espírito Santo. Os acusados de tamanha brutalidade, por pertencerem a famílias ricas e influentes, nunca foram condenados e o crime ficou impune.

Com o lema “Faça Bonito! Proteja nossas crianças e adolescentes” a campanha visa a conscientizar a população sobre a importância de se atentar às crianças e adolescentes e prevenir situações de Abuso e Exploração Sexual, denunciando a Polícia Militar, Conselho Tutelar ou CREAS qualquer suspeita ou casos de abuso e exploração, para que os responsáveis sejam penalizados e as crianças protegidas.

Durante a noite, foi feita panfletagem de folhetos explicativos sobre o tema pela equipe do CREAS.

Deixe uma resposta