ETAPA DO CIRCUITO MINEIRO DE CAFEICULTURA ACONTECE EM PIUMHI

 

Na última semana, Piumhi sediou mais uma etapa do Circuito Mineiro de Cafeicultura, com o apoio da Prefeitura Municipal, por meio do Departamento de Agricultura, que prioriza sempre a economia do município. A etapa é realizada pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a Universidade Federal de Lavras e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão.

Cerca de 150 pessoas estiveram presentes no evento que aconteceu no Espaço ArtSabor Buffet, no Parque de Exposições, Tonico Gabriel, e contou com a presença do vice-prefeito, Éder Mota Barbosa (representando o prefeito que estava em viagem em prol do município) Tuco Campos, representando o Deputado Federal Rodrigo Pacheco, Juarez Moreira representando o Secretário de Estado de Governo Odair Cunha, Rodrigo Moreira superintendente do Concafé, o gerente regional da Emater de Passos Frederico Ozanan de Souza e Eduardo Uliana, extensionista da Emater de Piumhi e o presidente da Associação Comunitária de Penedos José Antônio Goulart representando todos os presidentes de associações de Piumhi e região, além de populares.

Na oportunidade, foram realizadas palestras com a Engenheira Agrônoma, Mestre em Fitotecnia Joyce Cristina Costa, que falará sobre o “Aumento da disponibilidade hídrica através do manejo da braquiária”; logo após com o representante da Stihl Jonatan Zanol que discutirá acerca de “Soluções Stihl para cafeicultura” e finalizando o engenheiro agrônomo, com MBA em Agronegócio Guilherme Henrique Bachião Cardoso dará ênfase no tema “Fatores Essenciais na Busca da Qualidade do Café”.

O Circuito Mineiro da Cafeicultura de 2017 está em sua 17ª edição e tem como objetivo divulgar as tecnologias do setor e promover a troca de informações entre técnicos, empresários e agricultores, para melhorar a qualidade do café, reduzir custos na produção e aumentar a renda dos produtores.

O evento é realizado nas quatro regiões produtores de café de Minas Gerais: Sul de Minas, Cerrado, Matas de Minas e Chapada de Minas. A participação dos produtores é gratuita e as inscrições são feitas nos locais dos eventos.

Para o Prefeito, Adeberto José de Melo (Deco), essa é uma grande oportunidade para os produtores de café aprimorarem seus conhecimentos e e aumentar a rede de contatos. Buscando sempre melhorar a qualidade do café e buscar tecnologias a favor do se negócio. “Além de movimentar nossa economia, esse circuito tem como objetivo ajudar os produtores a crescer e potencializar o negócio”, comentou Deco.  

        

Aumentar Fonte
Contraste