CONCURSO DE QUALIDADE DOS CAFÉS DE MINAS TERÁ PARTICIPAÇÃO DE CAFEICULTORES DE PIUMHI

 

Nesta semana, o Técnico da Emater, Eduardo Uliana, está preparando várias amostras na sala de Certificação e Prova de Café, utilizando os equipamentos doados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário ao Município de Piumhi, no mês de julho deste ano. Os materiais foram recebidos, juntamente com um certificado no Fórum Regional do Governo em Passos.

O convênio tem como finalidades o interesse público relacionado ao fortalecimento dos produtores familiares de café.

De acordo com Neivaldo de Lima Virgílio, Secretário de Estado de Desenvolvimento Agrário, a sala de prova irá contribuir para o desenvolvimento da Cafeicultura no município, atividade muito relevante na economia local.

O Prefeito Adeberto José de Melo, Deco, afirmou que o trabalho dos cafeicultores é de grande importância para a cidade e região, pois, com o crescimento da demanda, aumenta a quantidade de emprego e oportunidade para a população, e ainda motiva o setor a crescer economicamente, ajudando o município a se fortalecer.

Concurso

Os cafeicultores que irão participar do Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais de 2017 irão fazer parte da maior competição de café do estado que está em sua 14ª edição. São esperados cerca de 2,5 mil concorrentes.

Participam produtores dos municípios mineiros, com amostras de café Arábica colhidas neste ano. O concurso é promovido pela Emater-MG, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Universidade Federal de Lavras (Ufla), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe).

A competição tem duas categorias. A primeira é a Café Natural que trabalha com o café recém-colhido, após passar por um processo de lavagem e secado e a do Café Cereja Descascado, Despolpado ou Desmucilado, os quais são lavados e há uma separação dos frutos verdes e secos dos frutos maduros. Depois, eles passam por um descascador para só depois seguir para secagem. No caso dos cafés despolpados e desmucilados, há ainda fase onde o produto passa por um tanque de fermentação.

Os cafés concorrentes passam por análises físicas e sensoriais feitas por uma comissão julgadora formada por, no mínimo, dez classificadores e degustadores de café.

 

Aumentar Fonte
Contraste